segunda-feira, 24 de março de 2014

Sobre os papéis para scrapbook

Quando comecei a me arriscar pelo mundo do scrapbook, uma das maiores dúvidas era sobre os papéis.
Que tipo, qual a gramatura, qual o mais adequado para os álbuns de recortes.

Matéria prima de mais destaque para produção do scrapbook.
A combinação entre eles é que vai interpretar o tema que você irá propor.

E hoje vamos conversar sobre eles, os papéis.
Dividimos aqui as descobertas com nossas "compranças" e usos, e espero que seja de alguma valia, para os que estão começando agora, e que têm as mesmas perguntas, que já fizemos um dia.

Há uma infinidade de opções de papéis para scrapbook, nacionais e importados.
São encontrados mais facilmente com 30,5 cm e podem ser lisos, texturizados e estampados.
Comumente tem entre 120 e 180 de gramatura.
Para se ter um parâmetro de comparação - o papel de ofício de todo dia, geralmente tem entre 70 e 80 de gramatura, e o papel cartão tem gramatura superior a 180.

Podem ter face simples (qdo o verso é branco) ou dupla face.
Os simples utilizo para molduras, ou apliques que serão totalmente colados nas páginas dos álbuns.
Para os detalhes em 3D, são mais indicados os de 180 gr. de dupla face, assim em qualquer ângulo que se olhe, a harmonia de seu projeto estará garantida.

Há também os cardstock, que são um tipo de uma única cor, sem estampa, geralmente com 180 de gramatura. As opções são o liso, o perolado, que particularmente sou fã, vintage, os texturizados e os texturizados de poá.
Podem ser utilizados como papel base, nós usamos na decoração das páginas juntamente com os demais.


Para encadernação prefiro os papeis de 120 de gramatura, acredito que a colagem com eles fique com melhor acabamento, e gosto de utilizar os com tamanho A2, A3 ou tamanho de cartolina, para melhor aproveitamento da folha.
Já para as páginas dos álbuns tem que ser o de 180 gr.
Para este fim, utilizo o papel Vivaldi da Canson. É um tipo colorido na massa, se você rasga-lo não aparecerá partes brancas.Tem várias opções de cores, e são bem vistosas, em 3 tamanhos, A4, A3 e A2.
Tenho apenas que comentar a alteração que a Canson fez a alguns meses, que acredito não ter sido muito afortunada. Timbraram o canto do papel com uma marca em baixo relevo, o que impossibilita que utilizemos todo o papel, tendo que descartar aquele cantinho dito cujo. E sinto falta do antigo marrom, tipo café, hoje é um marronzinho clarinho (passei um e-mail para a Canson do Brasil e ninguém me deu bola...).
Mas ainda continua sendo uma boa opção de papel para a base dos álbinhos.

Todos os papéis citados acima são acid free, que aliás é a característica básica dos destinados ao scrapbook, o que tornará possível a preservação das fotos, impedindo que fiquem amareladas com o passar dos anos.

E como confirmar se os papéis são acid free? Peça para olhar a caixa do pacote, e leia atentamente a descrição.
Os papeis texturizados que encontramos facilmente em todas livrarias, como por exemplo o vergê, linho, etc., em sua maioria não são, depende da marca.
Um exemplo livre de ácidos são os da Filipaper.

Para escrever os textos, gosto de utilizar transparência, para impressão a jato de tinta, ou  tags em bolsos sob as fotos, em papel de 180 gr.

Não sei se lembrei de tudo, eu sou meio esquecida.
Se pensar em algo me fala.

8 comentários:

✿ chica disse...

Quantas dicas importantes e poderão ajudar bastante as amigas! Gostei de ver! beijos,tudo de bom,chica

Shairane Mello disse...

Nossa que bacana, adorei as dicas!
Que vc tenha uma linda tarde!!!
bjcas
http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

Bianca disse...

Muito boas as suas dicas, eu acho lindo scrapbook, mas não tenho tempo de fazer.
Beijos

Nanda Gonçalves disse...

amiga to amando saber mais sobre
não conhecia
Lindo Dia
beijokas da Nanda

Sendo a mãe da Isa e da Gabi
Google+Nanda

Carlos Hamilton disse...

Sem sombra de dúvida, dicas valiosas.

Abraços

Lyra Mamba disse...

Iolanda, amei seu blog e suas dicas!
Eu estou querendo comprar um caderninho de assinaturas para as primeiras visitas na maternidade e em casa, mas acho que vou tentar fazer com as suas dicas, heim!

Vamos ver no que dá! rsrs
Se ficar legal eu te mando uma foto.

Se você tiver um tempinho e puder me fazer uma visita será muito bem vinda no meu blog: Esperando a Alice - http://cosmeticoslyra.blogspot.com.br/

Beijos, Lyra.

Michelle Hernandez disse...

Iolanda,

Se anime e venha participar sim da Segunda Páscoa Linda, te espero.
Adorei essas dicas dos papéis, nunca fiz scrapbook, mas acho lindo demais.
Besitos e uma semana abençoada.

Luma Rosa disse...

Oi, Iolanda!
Apesar de não saber nada sobre scrapbook, li tudo para ver se assimilava algo e acho que é muita generosidade sua repassar informações sobre essa arte, pois sabe, tudo o que damos, recebemos em troca. Não sei fazer scrapbook, mas acho lindo e quero aprender!
Beijus,