segunda-feira, 14 de julho de 2014

A primeira máquina de costura

Meu sumiço na semana passada foi em função da chegada dela, a Nina, minha primeira máquina de costura.
Me desculpem. (Jetro Guibs fala para não pedir desculpas que é sinal de fraqueza... rs)

Precisava deste tempinho, pra gente começar a se entender.

Ainda estamos nos conhecendo, mas nossa amizade parece promissora.

Sempre fiquei encantada com trabalhos em patchwork e aplique, e estou super feliz de estar entrando no mundo da costura.

Nos aniversários da Mi quando precisava de um caminho de mesa, por exemplo, tinha que recorrer a alguma costureira, e agora posso eu mesma resolver o problema.

Tenho muito o que aprender. Há um mundo de possibilidades entre tecidos, agulhas e linhas, mas prometo compartilhar com todas, as novidades e descobertas.
Vamos aprendendo juntas.

E aqui está nossas primeiras criações, minha e da Nina, com a colaboração da minha prima Dulce, que faz pintura em tecido (cada trabalho mais lindo que o outro), mas também costura suas produções, e partilhou comigo a afeição pela Nina.

Jogo americano da joaninha - o de cima (o que tem as anteninhas e as nervuras da folha pintadas) minha prima trouxe para servir de mostruário, e o que fiz logo abaixo, com as anteninhas tortas, produzidas com um ponto decorativo da Nina.

Sempre gostei do ponto caseado, e a Nina tem 2 pontinhos caseados

 Olha que linda a Magali que a Mi escolheu para a Dulce pintar

Mas o vestidinho é um aplique que eu fiz


Os primeiros panos de pratos, com barrinhas fofas. 
Minha prima pinta-os. 
Mas sinceramente, vou deixá-los assim. Se eu fizer alguma aplicação neles, não vou querer usá-los. rs


 A Mi após ter as madeixas cortadas aderiu literalmente a uma faixa que veio com uma bermuda que compramos, e embora tenha tiaras, e outras faixas, não tirava a dita cuja da cabeça. Então fizemos várias em malha.
Pena que após experimentar todas, respondeu a nossa pergunta de qual tinha gostado mais, apontando para a acabadinha de uso. Ôhhhhh, sniff

Caminho de mesa com sianinha em ziguezague e onde irei colocar apliques no centro.
Ainda não decidi o que, mas sei que irei aproveitá-lo na decoração da festinha com a Peppa.
Talvez corações, para combinar com os mobiles de coraçõezinhos de feltro e fitas.

Olha como ela faz o cantinho, diferente do que comumente encontramos em revistas.
Este ela fez praticamente sozinha, porque com as atividades normais do dia a dia, não tivemos tempo suficiente para tudo o que planejamos costurar juntas, antes de seu regresso ao lar.

E é isso aí, agora faço parte do clubinho da costura.

3 comentários:

✿ chica disse...

Que bom teres a Nina agora! E quanta produção já? Lindo tudo e adorei as joaninhas. Parabéns,m bons trabalhos e tuuuuuuuuuudo de bom,chica

Casa da branca de neve disse...

oii,..amei conhecer seu cantinho,ja to seguindo,.seus trabalhos são todos lindos,..vo continuar por aqui dando uma olhadinha,.beijossssssss

Daniela Roos disse...

Iolanda, quando comprei a minha máquina de costura, foi amor a primeira vista... fiquei dias sentada fazendo vários enfeites para o quartinho da Lili.
Amei as suas criações.
Saudades de aparecer aqui, volto mais vzes viu!!!??
Bjocas